Encontre a apostila para o seu concurso público aqui

Apostila Concurso SEE - BA Professor Indígena - REDA - 2015

Apostila para o concurso público de 2015 da  Secretaria de Estado da Educação do Estado da Bahia SEE / BA, completa e atualizada para o cargo de Professor Indígena / REDA, elaborada pela Editora Opção, 22 anos de atividades no ramo. 
Clique aqui para acessar esta apostila
A apostila para o cargo de Professor Indígena / REDA  da Secretaria de Estado da Educação do Estado da Bahia SEE / BA  possui 108 páginas e contém as seguintes matérias:
- Conhecimentos Gerais
- Conhecimentos Específicos
Requisitos específicos para a função de Professor Indígena:
- Ser indígena e pertencer, prioritariamente, a etnia da aldeia onde deverá exercer as suas atividades, comprovada mediante autodeclaração de sua identidade étnica indígena e declaração de reconhecimento dessa identidade por parte do grupo de origem, expedida por líderes da comunidade (Caciques e Conselheiros da Aldeia) onde funciona a Unidade Escolar na qual deverá exercer as suas atividades.
- Possuir conhecimento dos processos de produção e dos processos econômicos próprios da comunidade e dos métodos de ensino-aprendizagem para que possam desenvolver a interlocução cultural e a prática da cidadania, comprovado mediante declaração expedida pelo líder da comunidade (Cacique da Aldeia) onde funciona a Unidade Escolar na qual deverá exercer as suas atividades;
- Possuir titulação de nível médio com formação em Magistério Indígena ou formação em nível médio na modalidade normal ou equivalente;
- Outros descritos no edital:
Função Professor Indígena é atribuída à docência em unidades escolares indígenas, cabendo-lhe, ainda, sob coordenação da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, o exercício das seguintes atribuições, entre outras,definidas na Lei estadual nº 12.046 de 04 de janeiro de 2011.
I participar da elaboração de currículos e programas de ensino específicos para as escolas indígenas; 
II colaborar na produção de material didático científico para as escolas indígenas;
III ministrar o ensino de forma bilíngue, ensinando a língua da etnia dos alunos como segunda língua na comunidade em que o português for utilizado como primeira língua;
IV auxiliar na identificação dos processos históricos de perda linguística e sugerir ações, com vistas à preservação da língua da etnia dos alunos;
V colaborar na condução do processo de estabelecimento de sistema ortográfico da língua tradicional de sua comunidade;
VI colaborar na realização de levantamentos étnico-científicos e sócio-geográficos do respectivo povo indígena;
VII participar do planejamento e da execução das ações pedagógicas na unidade escolar indígena;
VIII acompanhar o processo de implantação das diretrizes da SEC, relativas à avaliação de aprendizagem e dos currículos, orientando e intervindo junto aos professores e a comunidade quando solicitado e/ou necessário;
IX estimular, articular e participar da elaboração de projetos especiais junto à comunidade escolar indígena;
X colaborar com a elaboração de estudo, levantamentos qualitativos e quantitativos indispensáveis ao desenvolvimento da escola indígena;
XI elaborar, acompanhar e avaliar os planos, programas e projetos voltados para o desenvolvimento da unidade escolar indígena, em relação a aspectos pedagógicos, administrativos, financeiros, de pessoal e de recursos materiais;
XII colaborar na promoção de ações que otimizem as relações interpessoais na comunidade escolar indígena;
XIII divulgar e analisar, junto à comunidade escolar indígena, documentos e projetos encaminhados pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, buscando implementá-los nas unidades escolares indígenas;
XIV analisar, a partir de metodologias desenvolvidas pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, os resultados de desempenho dos alunos, visando à correção de desvios no planejamento pedagógico...

Conheça todas apostilas da Editora Opção e Editora Solução e  Editora Nova.